Google+ Followers

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

pensionista descompensado

Estacionei o carro em 2ª fila. Aliás, era o 5º carro estacionado em 2ª fila no parque dentro do recinto hospitalar onde trabalho. Sempre tive o cuidado de deixar o meu contacto telefónico móvel e extensões. Demoro no máximo dos máximos 2 minutos a descer do meu poiso e a vir remover a minha viatura quando alguém me telefona. Hoje, ocorreu que me telefonaram e eu prontamente desci. Em frente a um Fiat Punto com matrícula _____ estava um pensionista descompensado. Dentro do carro outro pensionista e atrás a esposa do pensionista descompensado. Perguntei se estava à minha espera e pedi desculpa pelos 2 minutos que demorei a descer... Nesse preciso instante o pensionista iniciou o rol de insultos ininterruptamente:
"O senhor é um imbecil" "Que merda é esta de tapar o meu carro" "O senhor é um cabrão filha da puta imbecil" "Badameco, vem de bata-branca, Vai p´ró Caralho ò meu merdas" Após isto eu resolvi enfiar-me no carro enquanto o pensionista aos gritos com a mulher também pensionista, tentava tirar o carro enquanto continuava a blasfemar contra mim... Após ter contado até dez não me consegui conter sai do carro e disse-lhe que se continuasse a ser ordinário chamava o segurança e o polícia (nunca aparecem quando são precisos) o pensionista ainda mais irritado continuava a chamar-me tudo menos Santo... Resolvi entrar para o carro novamente e lá continuou a chamar-me nomes...  e a dizer-me que me tinha pago o curso. Vejam-me este putozeco... Fui eu que te paguei o curso ò bardamerdas...

Enfim... Ao que nós chegamos! ESPECIALMENTE PORQUE SOU EU QUE PAGO A PENSÃO AO PENSIONISTA... ISTO HÁ COISAS.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!