Google+ Followers

quarta-feira, 29 de agosto de 2007

HR Giger







O universo de Giger representa os nossos medos mais primários. É um universo obscuro, frio, mecanicista e por vezes gótico. Sempre gostei de HR Giger. Conheci-o através de uma edição fantástica da Taschen. Fantástica porque se adaptava à parca mesada de um adolescente. Giger foi o criador do Alien, o monstro mucoso. Estive uma vez tentado a comprar a cabeça do Alien com todos os DVDs. Num rasgo de bom senso achei que iria pertubar os meus filhos com aquela imagem horrenda. Já lhes bastava o Jack do Nightmare before Christmas. Vou deixar aqui dois sites de HR Giger:

www.giger.com
http://gigerweb.ez-internet.org/

Vejam e depois digam lá se o tipo não é completamente passado.

Hoje sinto-me triste e cinzento. Talvez deva fumar menos. Talvez por isso me tenha lembrado de Giger. Talvez deva trabalhar menos. Mas não posso. E isso deixa-me cinzento. Talvez seja pelo facto de ouvir menos vezes a música do Seinfeld projectada do telemóvel a massacrar-me os ouvidos. Não posso fazer nada. Tenho bem definido o que quero para mim neste momento e aceito todas as outras decisões. Fumar ou não fumar, essa é a verdadeira questão. Ao fim e a cabo resume a nossa insignificante presença neste universo. Porque raio tudo o que sabe bem tem que fazer mal ? Aqui se assentaram os princípios católicos desde a santíssima inquisição, que embora mais camuflada lá vai continuando a deixar as suas marcas. Sem churrascos, também era o que mais faltava. Apesar de tudo estamos no século XXI. O que quer que seja que isso signifique. Estou cheio de fome. De vontade comer diriam os meus pais, fome têm os meninos em África... Estou realmente cheio de fome e vou-me encharcar de colesterol. Vou-me transformar num monstro gorduroso para fazer frente ao monstro mucoso.

Bem depois disto, acho que para além de Giger eu também não devo andar muito bem.
Just Kidding.
Hasta.

terça-feira, 28 de agosto de 2007

I want to believe



Começei a ver os x-files ainda estava no liceu, ou melhor, escola secundária. Continuei pelo faculdade dentro e esta série de culto sempre acompanhou as minhas pausas de estudo dos calhamaços que temos que digerir em Medicina. Eram duas na realidade: Seinfeld e X-Files. Eram as nossas séries preferidas: minha e da Z!. As edições em DVD das mesmas transportaram-me para os baús das minhas memórias académicas e das noites passadas a estudar em conjunto naquelas águas furtadas com uma vista fabulosa de Coimbra e sobretudo do jardim da sereia. Mas a hora dos X-Files e Seinfeld era sagrada, ainda que estivessemos nas vésperas de qualquer exame oral. Bem, isto tudo para explicar que estou super-viciadão outra vez nos X-Files e fiquei supercontente com a edição em DVD agora lançada em Portugal. Espero que tenham a feliz ideia de lançar todos cá para fora e não se fiquem pelo meio como fizeram com o "Curb your entushiasm", uma série fabulosa de um dos criadores do Seinfeld.

domingo, 26 de agosto de 2007

Eduardo Prado Coelho



Morreu o homem. Ficam a obra e as memórias. Desligado que estive do mundo este fim-de-semana só agora fui informado da morte do Prof. Eduardo Prado Coelho. Morte súbita como convém. Vou ter saudades das suas crónicas e da simplicidade com que transmitia as suas ideias. Uma das melhores recordações que tenho do Prof. Eduardo Prado Coelho refere-se a uma entrevista conduzida pela Clara Ferreira Alves num qualquer programa na RTP2. Falavam de cinema e ele como intelectual honesto, puro e simples que é referiu apreciar muito o Clint Eastwood como realizador. O ar horrorizado carregado de pseudo-intelectualidade da Clara Ferreira Alves foi de um humor sem precedentes. Esta simplicidade e honestidade sempre me fizeram apreciar o seu raciocínio. Tenho pena de nunca o ter conhecido pessoalmente. A última vez que o vi foi na Bica do Sapato muito bem acompanhado. Aliás, ele próprio deveria ser óptima companhia. Até sempre EPC. Portugal morre mais um bocadinho.

Quanto vale um cadáver.

$3325.00The Cadaver Calculator - Find out how much your body is worth. From Mingle2 - Free Online Dating

Mingle2 - Dating Site

Microsoft PHONE। Bela Satira। Feita num MAC pois então.

Estive hoje a ver os novos iMac pela primeira vez ao vivo. É lindo de morrer. Tecnologicamente nem me vou esticar muito. Mas o aspecto é daqueles que dá vontade de o ter na sala de estar.
Fica aqui um video interessante e satírico sobre a Microsoft. ih ih ih

sábado, 25 de agosto de 2007

Velho Herodes parte II: IRS



Recebi antes de ontem carta registada proveniente do ministerio das finanças. Sempre que recebo este género de cartas fico deprimido, sejam elas do ministerio da administração interna, divisão de trânsito da PSP ou GNR, ADSE... enfim, um manencial de inquisidores dos tempos modernos com a desvantagem da bula das indulgências não servir rigorosamente para anda. Todos sabemos de antemão que o estado-previdência está à beira da falência e todas as nossas comparticipações servirão antes para algumas excelências reformularem os parques automóveis ministeriais e a decoração dos gabinetes... com especial atenção às cadeiras de presidente que frequentemente são destruídas por excesso de peso. As pessoas insistem em não ler as instruções e meter na cabeça de uma vez por todas que são cadeiras individuais... não dá para mais do que uma pessoa ao mesmo tempo e certamente estará proscrita qualquer tipo de actividade física no seu topo... intelectual ainda vá lá... Seja como fôr... tenho uma batulada de IRS para pagar para além do que já ficou retido na fonte, e não se pense que é por ganhar muito... As despesas é que não são suficientes, ou sejam, faltam-me os recibos. Seja como fôr é curiosa a nossa sociedade actual que promove os gastos. Fala-se no endividamento das famílias, mas somente através de gastos se consegue abater o IRS, ou seja ZÉZINHO, CÁ POR ESTES LADOS NÃO POUPARÁS. SE POUPARES EU VOU-TE LÁ BUSCAR AS POUPANÇAS PARA COMPRAR UM NOVO AUDI A8 Á PROVA DE TOMATES.

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

Sempre actual। Hoje ainda mais... dizem as más línguas!



JÁ DIZIA O VELHO HERODES: OU TE CALAS OU TE FODES. COMO O VELHO HERODES JÁ MORREU... QUEM SE FODE SOU EU.

P.S: Desculpem os termos menos polidos e a boçalidade... mas às vezes temos que dizer aquilo que temos que dizer e a mim já me começam a irritar o estado das coisas por estes lados... aqui, ao lado da vizinha Espanha.

P.S II: Investiguem na wikipedia, vejam quem foi Herodes e depois publiquem num blogue qualquer como se fossem os autores da coisa... fica sempre bem!

P.S III: Será que Herodes tinha razão ? Façam-se apostas.

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

Out of time...

O tempo escasseia. Nada é tão previsível como o seu consumo. Continuo a achar que a nossa condição humana que nos obriga a dormir no mínimo 8 horas por dia é um paradigma de quão atrasados ainda somos biologicamente. Daí o meu gosto pessoal por estimulantes: cafeína, teofilina, teobromina, nicotina... Sejam eles sobre a forma de Red Bull, Café, Chá verde, Marlboro Lights, Pantagruel etc. Seja como fôr nada funciona... sou capaz de acabar um café Roma ou Ristretto acompanhado de 2-3 cigarros de seguida que adormeço no momento a seguir... Por isso o melhor mesmo é ir poupando as coronárias e aproveitar o pouco tempo que me resta para fazer o que tenho a fazer. E acreditem que são muitas coisas. Assim, mais uma vez não me vou esticar muito e vou só deixar aqui algumas pérolas do meu primeiro blogue que deu o último suspiro por morte natural:




A esquerda CHIC... palavras para quê...




Bushismos...



A minha (e dele) homenagem aos fundamentalismos anti-tabagismo.

terça-feira, 21 de agosto de 2007

As mamas da Floribela e o wc da Diana Chaves


A nossa sociedade portuguesa deixa-me espantado perante tanta eloquência. Durante esta semana que se passou o tema da semana da comunicação social foi, pasme-se, à volta dos implantes de silicone nas mamas da Floribela. Digo Floribela, porque não sei o nome (e isto é pura ignorância e não snobismo) da actriz que quis mostrar ao mundo uma maior capacidade inspiratória. Nada contra, confesso legítimo e até desejável que se façam implantes mamários, se isso deixar a própria mais feliz e consequentemente os que a rodeiam. O que eu não acho normal e ocupar tempo de comunicação social com estes disparates. Porque descobri recentemente que pago uma taxa de televisão e radiofonia... mesmo não vendo televisão, assim gostaria que não usassem o meu dinheiro em notícias da treta. Sim, porque importante mesmo são as mamas da floribela e não o terramoto do Perú, o Furacão que assola as Caraíbas, a greve dos tipos da ANA etc etc etc.
Segunda notícia idiota da semana foi mesmo a importância que se dá as estrelas do momento em Portugal... uma jovem actriz (que eu também por ignorância não faço a mais pálida ideia de quem é) exigiu que encerrassem a casa de banho (fora da zona VIP) para sua excelência descer da zona VIP, pavonear-se entre a plebe e ir fazer a sua mijinha a casa de banho dos pobres... Pelos vistos não tem medo de apanhar uma E. coli... Espero que faça chichi de pé como qualquer menina civilizada (a menos que esteja com os copos). Rezam as más línguas que não havia papel higiénico na casa de banho VIP. Já que os pseudo-VIPS em Portugal não tem dinheiro (na sua maioria) para mandar rezar a missa a um cego e palmaram o papel higiénico (áspero) todinho. Até aqui tudo bem... Agora isto ser notícia é que é de vómitos. Em Portugal continua-se a dar demasiada importância a estas pessoas. Recordo-me de um sketch do Herman José sobre uma boys band... sobre os miúdos a quem os produtores iam buscar à valeta, usavam-nos a seu belo prazer e depois mandavam-nos de volta para a valeta. Infelizmente isso continua como muita miudagem que é usada em batidos de morango e depois vomitada quando o chantilly começa a azedar. Mas enfim, se querem mesmo acreditar que são estrelas quem sou eu.
Em homenagem à actriz, ah, recordei-me do nome, Diana Chaves, aqui fica um sketch fantástico com a verdadeira floribela.

domingo, 19 de agosto de 2007

Family Guy



Hoje não me vou esticar muito na escrita. Estou de rastos. É impressionante como se destrói um fim de semana inteiro... Estive de banco no Sábado (24h), o que me mina completamente o "the day after". Não sai de casa o dia todo e estou todo moído. Valem-me a nespresso e as latas de Red Bull :) . Seja como fõr lembrei-me de expôr aqui a minha série favorita de animação no momento - "The Family Guy". É um misto de "The Simpsons" com "Southpark". É hilariante, mordaz, irónico... A não perder. Dá na Fox - nunca sei os horários destas coisas - mas obviamente já está disponível em DVD. Recomendo vivamente.
Hasta Luego. Fica aqui uma belíssima amostra:

quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Lagos.



Im back. Depois de duas semanas de férias merecidas (thats my opinion) em Lagos City regressei à capital. Confesso que não há melhor época para viver Lisboa do que em Agosto. O trânsito é fluido, o ar é mais saudável, as pessoas andam menos stressadas e o clima é melhor... Bem este ano nem tanto. Aliás o clima anda realmente estranho. Mas será que ninguém dá ouvidos ao Sr. Al Gore. Apanhei uns dias fantásticos no início de Agosto. Depois vento. Depois frio. Depois uns dias fantásticos. Mais vento. Mais frio. Não se entende. Whatever. Tentei estudar alguma coisa durante as férias. Impossível. Os meus dois emplastros não me davam um minuto de descanso. Assim, para além da vida social agitadíssima com os rebentos consegui sair duas vezes à noite. Um Sábado e uma Quinta-Feira... O Sábado foi mesmo no Sacha, na festa mais televisiva onde estive até ao momento... A Quinta-Feira foi mais "wild" - Rave Party na praia da Batata em Lagos... MY GOD. Eu continuo a dizer que já não tenho idade para estas coisas, mas os meus amigos (Responsáveis Srs. Professores do Ensino Secundário) não querem acreditar. Deixo-vos uma amostra da festa no Sacha Club. As meninas que aparecem na foto... disseram-me (depois) que fazem parte do elenco dos "Morangos com Açucar" - se é verdade ou não - i don´t know... De qualquer maneira nós é que demos luz à foto ??? Ih ih ih.



P.S: Achei o consumo mínimo no Sacha... ou será Chacha... uma afronta.