Google+ Followers

domingo, 27 de maio de 2007

Jamboree.Jazz Clube & Dance. Barcelona. Plaza Real


Ontem foi dia de borga. Também é merecida. Seguindo alguns (utéis) conselhos, resolvi não me dedicar exclusivamente à obstetrícia, comer saladas e dar grandes caminhadas a pé. Começei a noite por comer num restaurante argentino recomendado (e bem) pela minha senhoria aqui em Barcelona. Aliás, foi ela o meu guia espiritual nesta primeira noite em que sai por estas terras (nesta temporada bem entendido). O Restaurante Argentino foi do melhor. Comi um belo bife de chorizo coberto por molho roquefort que estava de pôr as minhas saladinhas a milhas. Despues, fomos beber um café na praça das cucarachas (esta é para ti Joaninha, se estás bem recordada da ante-penúltima vez que tinhamos estado em Barça) e claro está, não poderia deixar de ir beber um mojito com fresas ao bar dos cocktails. Nisto tudo eram 3.30 da manhã. Aqui janta-se tarde e sai-se tarde. Ainda conseguem ser piores do que em Portugal. Rumo às Ramblas, Plaza Real e Jamboree conosco. A fila estava interminável à porta. Eu de mochilinha às costas estilo estudante de Erasmus foi impossível não pagar tarjeta de entrada sin copa. Fiquei bastante entristecido. Esta coisa de estar habituado a entrar no Lux, BBC etc etc etc sem pagar e sem estar nas filas não é muito saudável quando se vem para outros locais.
Lá dentro, o ambiente era do mais bizarro, muito eclético, a música variava do Funk até ao Hip Hop. Tudo doido na pista. Esta quase às escuras. As bebidas caríssimas. O som altíssimo. O cheiro a tabaco, péssimo. Enfim, uma experiência a não repetir. Fiquei frustado com o guia do Lonely Planet que recomendava o Jamboree. Talvez como clube de Jazz, agora como disco deixa muito a desejar. E depois o regressa a casa. O ambiente das Ramblas às 6.30 da manhã é de cortar os pulsos e fugir dali para fora. Não é que seja perigoso. É mesmo pela degradação humana. Bom, pareço um VELHO DO RESTELO a escrever... mas se calhar estou velho e já não paciência para estas andanças. Hoje, que já é tardíssimo, estou a escrever... Estive a jantar casa dos meus amigos arquitectos no Bairro de Gracia até a esta hora. Tinha saudades de comer um belissímo bacalhau no forno. VIVA PORTUGAL. VIVAM AS PATATAS COM BACALAO. SE A TI TE GUSTA. A MI ME ENCANTA. VALLE?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!