Google+ Followers

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Bienvenido a Barcelona.


Ja estou em Barcelona. Durante o próximo mês decidi ser catalão. Cheguei terça-feira por volta das 23:45. Estupidamente depois de levantar as malas descobri que já não haviam transportes públicos. Apanhei um táxi. Taxista peruano que não sabia a morada que lhe dei. Calle Bonnavista, 16, Bairro de Gracia. Não encontrava. Paguei 32€ de Táxi. A viagem de avião tinha-me custado 40€. Há coisas ridículas. Fui excepcionalmente bem recebido no Hospital Clinic e na Casa Maternita. Mais uma vez tenho a minha prova pessoal que de Espanha há bons ventos e bons casamentos. Entretanto tive a felicidade de alugar um quarto num apartamento lindíssimo pós-modernista, creo yo, no centro nevrálgico de Barcelona. A senhoria, um doce de pessoa. Por vezes, quando menos se espera conhecem-se pessoas que nos fazem recordar a beleza das relações humanas, ou melhor, humanistas.
Penso que vou emagrecer uns quilitos por cá. Os médicos espanhóis NÃO ALMOÇAM pura e simplesmente. Estive até às 16.00 da tarde com estômago a auto-digerir-se. Claro que a primeira coisa que fiz foi enfiar-me no MacDonalds mais próximo e vai de Hamburgueres, Patatas Fritas, Coca-Light e Sundaes. As coronárias até estremeçeram de prazer. Depois andei horrores a pé. Desde o Bairro de Gracia até ao meu quarto. Sempre a puxar o Bobi Azul da Benetton, carregado até às orelhas. Enfim... Vou-me deitar um cadinho que logo à noite tenho Sushi para o jantar na casa dos meus amigos arquitectos. Depois... logo se vê, já que tenho que estar a las nueve en ponto na Casa Maternita.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!