Google+ Followers

segunda-feira, 7 de maio de 2007

Bjork Volta


Saí a correr do hospital fui directo para a Fnac. Fez-me recordar os meus tempos de adolescência em que as novidades eram essenciais para o nosso bem estar. Este meu recém-estado de liberdade adquirida traz-me de volta para as vicissitudes de uma adolescência tardia. Recordo a melhor idade de todos os tempos. 16 anos. Foi o ano da loucura. O ano da descoberta. O ano dos excessos. Tão longe essas memórias que me fazem sorrir. Recordo o nosso grupo de Verão. Éramos uma verdadeira turma de vários pontos do país que nos reuníamos em Agosto em Lagos. Tenho uma fotografia a preto e branco no Jardim da Constituição que por lapso não sei onde pára. Mas essa foto parou no tempo e está cravada nas minhas memórias. Tenho saudades dos meus amigos puros da adolescência. Alguns já partiram para sempre por ironia do destino, mas guardo-os dentro de mim como se estivéssemos ontem pendurados ao telefone a combinar ir para a praia e a decidir os destinos nocturnos. Comprei o último disco da Bjork. Estava à espera dele desde que li no Blitz que ia sair dia 7 de Maio. Dois dias depois dos meus anos. Ofereci-o a mim mesmo. Tenho toda a discoteca da Bjork. Desde 1993 que sou fã. Adoro o debut, o homogenic, o medula, Selma´s Songs, Vespertine e agora o Volta. Já o ouvi 3 ou 4 vezes. Nada como estar enfiado no trânsito a ouvir uma boa música depois de uma sessão de psicanálise merecida. A música 3 faz-me flutuar na minha própria existência. Com este disco atingi o belíssimo número de 2400 CD´s. 30% enfiados no meu Ipod que me segue para todo o lado. Enfim. Perco-me e distraio-me nesta escrita sem fio condutor. Adeus até amanhã.

1 comentário:

  1. Procurava artigos sobre o Volta da Björk e achei seu blog. Vi que é fã dela e gostaria de conversar um pouco a respeito dela, mas não vi seu e-mail nem msn ou coisa do gênero. No meu blog tem meu endereço eletrônico. Se se interessar me manda um e-mail ou adiciona no msn. Abraço, e parabéns pelo blog!

    ResponderEliminar

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!