Google+ Followers

sexta-feira, 27 de julho de 2007

Boicote ao "HAWAY"


O nosso país está cheio de pérolas. Quem tem o hábito de sair à noite certamente já se deparou com as frustações dos porteiros das discotecas armados em parvos a seleccionar pessoas. Já me ocorreu ouvir os porteiros do Lux a pedirem a um grupo de miúdas 250€ para poderem entrar. Eram pessoas perfeitamente normais, sem o ar pseudo-intelectual de muitos dos habituées do Lux. Na altura, pareceu-me uma afronta. Especialmente, porque a mim (vá-se lá saber porquê!) nem sequer me pediram consumo mínimo. O truque é ir com uma sweat Versace, nem que seja da feira, para enganar os tipos. Sem me querer alargar, isto tudo para comentar uma notícia que ouvi hoje na rádio quando faziam a habitual revisão de imprensa. Esta referia-se à discriminação, o mais básica e cruel possível, de um grupo de deficientes que se encontravam numa colónia de férias e que resolveram disfrutar do convívio da noite como outro ser humano qualquer. Passou-se no bar "Haway" em Lisboa, que através de uma hipócrita manobra conseguiu expulsar o grupo das suas instalações com a desculpa de que o bar ia fechar. A ser verdade ( tendo ido confirmar a notícia ao jornal "Correio da Manhã"... um jornal que eu abomino) a única pergunta que fica no ar é "QUEM SÃO OS DEFICIENTES AQUI ?"... A resposta é mais do que óbvia. Quem se dá ao trabalho de arranjar uma artimanha tão mentecapta para expulsar seres humanos de um estabelecimento nocturno sem sequer ter a coragem de assumir a sua filosofia fascista, porque é disso que se trata, só pode ser deficiente. Pode ser que um dia eu seja lá proibido de entrar porque tenho déficit de acuidade visual - sou caixa de óculos desde os 5 anos... Fiquei verdadeiramente nauseado com a notícia e espero sinceramente que a monitora do grupo que só com a intervenção da PSP conseguiu ter acesso ao livro de reclamações não deixe cair este comportamento deficiente em saco rôto e vá até às últimas consequências. Eu, faço questão de nunca mais entrar nesse bar, que nem era muito do meu agrado... Assim, BOICOTE AO BAR HAWAY, por que as deficiências existem sobretudo na cabeça das pessoas (se é que se podem chamar assim).

2 comentários:

  1. bem-vindo de novo! mas... quem eras tu na outra encarnação? não estou recordado.

    ResponderEliminar
  2. "Quem são os deficientes aqui"''??..eu chamaria esses ditos porteiros não só de deficientes, como pessoas pobrezinhas de espirito!! Uag,Uag!! ;)

    ResponderEliminar

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!