Google+ Followers

domingo, 24 de março de 2013

Insatisfação.

E de um momento para o outro nascemos e morremos,
Chegamos e partimos,
Encontramos e perdemos,
Amamos e choramos,
E num momento conhecemos e esquecemos.
Pintamos o arco-íris num fundo negro,
que não desaparece.
E num momento acabamos o que
nem sequer começou.
Andamos às voltas vezes sem conta,
à espera do que nunca chega.
Insatisfação. Sempre insatisfação.
Não há música, nem livro, nem poema,
nem pintura que descreva o aperto que nos surge.
Não há arte capaz de transmitir este sentimento,
que desprezo.


Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!