Google+ Followers

domingo, 24 de maio de 2009

Intolerâncias

A intolerância por si só é de repudiar. Talvez por isso quando sinto intolerância em relação ao que quer que seja fico com um sabor estranho na boca e uma sensação desagradável no estômago. É um sentimento que não gosto de experimentar, embora por vezes ocorra. Mesmo que as minhas intolerâncias sejam por mim largamente justificadas e até hipoteticamente correctas não deixam de ser fruto do meu extremismo intelectual, algo que também me deixa mal-disposto. Na realidade sinto intolerância pelos intolerantes e apesar, de na minha moral ser justificável, não deixa de ser em si também uma atitude intolerante e atentória da liberdade de quem pretende e é intolerante. Todos, mas todos mesmo, temos o direito intelectual à intolerância, ao extremismo, ao radicalismo, mesmo que isso possa contrariar a postura da maioria social e os torne de alguma forma marginais. Apesar de não concordar com a maioria das ideias dos intolerantes e de eu próprio ser intolerante contra eles, tenho que concordar que nutro um sentimento nocivo e criticável... Passo a explicar, há determinado tipo de ideias que me dão vómitos: racismo, xenofobia, homofobia, discriminação sexual, penalização de tudo o que foge ao mediano da curva de Gauss etc etc etc... Apesar de tudo, quando eu me torno intolerante contra estes indivíduos padeço do mesmo mal. Assim, tenho que respeitar que hajam pessoas com estas ideias, apesar de as considerar profundamente anormais. Algo que se calhar também sou considerado nesses meios. Tudo se resume à liberdade intelectual e mesmo que as ideias sejam bizarras, anencéfalas e injustas, deverão ser respeitadas. Embora esta postura seja perigosa e permita que ideias radicais possam se transformar em agressões perante os outros e isso sim é condenável. Apesar de tudo continuo a sentir intolerância pelos comportamentos que põem em causa a integridade emocional dos outros e por vezes de mim próprio. Estranho este texto. E mais estranho ainda o porquê de eu reflectir sobre isto, quando na realidade aparentemente não tem nenhuma relação. Mas tudo se iniciou com um comportamento que acho profundamente injusto de quem eu sempre ajudei e isso causa-me intolerância.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!