Google+ Followers

quinta-feira, 17 de julho de 2008

As palavras que nunca te direi.


Não percebeste nada. As palavras que nunca te direi. Adoro este título. Tem tudo a ver comigo. Há palavras que nunca te direi, porque sei que não as irás compreender... Não porque não consigas, mas simplesmente porque não queres. Ao contrário de ti o meu passado reside nas minhas memórias... Naquilo em que eu fui e no que me transformei. Faz parte de mim, das minhas reflexões, das minhas vivências... É o passado que condiciona tudo aquilo que eu sou no presente. Mas foi ultraPASSADO. Apesar de me manter conectado por algumas teias que me irão acompanhar até ao final dos meus dias. Os textos não se podem ler à letra, correndo o risco de os ridicularizar e de nos ridicularizarmos-nos a nós próprios. O interessante de algumas escritas é revelarem aquilo que de mais obscuro existe na nossa mente... e aí cada interpretação individual poderá ser feita. Ainda que não corresponda à realidade. Essa mesmo que teimas em não querer ver. É a tua opção e contra isso não há nada a fazer. Não obstante, tudo deve ser interpretado com uma mente aberta e sem preconceitos néscios à partida.

1 comentário:

  1. Dois blogs para visitares e adicionares aqui ao lado

    http://osnossosmelhoresanos.blogspot.com/

    http://profcn.blogspot.com/

    Um abraço

    ResponderEliminar

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!