Google+ Followers

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Palavras Perdidas

Tanto que ficou por dizer. Perdem-se oportunidades de uma Vida. Tantos momentos, tantas emoções que deveriam ter sido verbalizadas. Tanto que ficou por fazer. Fazem-se planos. Imaginam-se Vidas. Descrevem-se cenários. E a ficção toma conta de nós. De facto, não devemos perder uma só oportunidade para afirmarmos o amor por alguém. Quando nos apercebemos pode ser demasiado tarde.  A quantidade de palavras e acções que se perderam no deserto da amargura. Quem sabe se o rumo podia ter sido diferente. Há palavras proferidas que nunca deviam ter existido. E outras que deveriam ter brotado. O consolo de que se aprende com os erros é uma falácia. Existem amores que são singulares. Existem pessoas que nos marcam para sempre. Mesmo que desapareçam, que se eclipsem, mesmo que nós morramos para elas as marcas ficam como uma tatuagem vitalícia. Não obstante, hoje tomei uma decisão - "vou só ali comprar cigarros." 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Comentem o que vos apetecer. Viva a liberdade de expressão!